Todos os posts em: Estilo de Vida

O porquê decidi levar um estilo de vida saudável

Todo mundo em algum determinado tempo de sua vida já se sentiu ou ainda se sente desconfortável com o seu corpo. Eu era uma criança gorda que no decorrer que crescia, ia emagrecendo e ficando com várias estrias. Fiquei um garoto alto e o chamado ‘falso magro’, que quando a pessoa aparente ser magra, mas ainda tem aquela gordura localizada. Demorou para que eu aceitasse o meu copo, principalmente por conta das estrias que são muitas. Ficava vários dias na frente do espelho olhando meu corpo e conhecendo cada parte dele, me conhecendo cada vez mais. Fui perdendo primeiro a vergonha de ficar sem camisa que demorou muito e logo depois a coragem para ficar se sunga, primeiro tive que perder a timidez de ficar assim na frente dos meus amigos e conhecidos, para depois se sentir confortável na frente de desconhecidos. Nessa quarentena acabei engordando, assim como várias pessoas, o que é normal e não tem problema algum nisso. Mas voltei a me sentir desconfortável com meu peso e percebi eu estava me acostumando …

Minha primeira experiência ao dividir apartamento

Todo mundo tem, ou já teve a vontade de morar na capital por ser mais prático em tudo. Porém nem todos tem condições de se manter sozinho, o que os fazem optar por dividir a casa ou apartamento, que foi o meu caso. No segundo semestre de 2018 foi bem corrido para mim. Estava fazendo estágio, sendo voluntário em dois locais e ainda tinha a faculdade, o que estava gerando um alto custo financeiro para mim. Foi em tão conversando com minha mãe que vimos que seria mais prático e até menos cansativo se eu me mudasse para a capital. Um colega de uma amiga minha, tinha um conhecido que estava procurando alguém para dividir o apartamento e foi assim que consegui um local para morar. O preço do aluguel era ótimo e o bairro era perto da faculdade e não muito distante dos locais em que era voluntário. O cara em passei a dividir o apartamento era mais velho, em torno de seus 32/35 anos, não fiz muita intimidade com ele por eu ser …

A minha primeira experiência como DJ

Na última sexta de Dezembro eu dei uma de DJ, rs e tenho que confessar que foi ótimo. Quem teve essa ideia louca foi o Alagou. Eu já o conhecia e por frequentar bastante as festas da produtora e por ser bem animado, eu ganhei essa chance. Devo admitir que sempre tive essa vontade sim, mas só de pensar em subir no palco, mexer nos equipamentos e correr o risco de tocar músicas que o público não fosse gostar eu ficava apavorado. Antes de tocar eu pedi conselhos a dois amigos meu, Netto e Bruna (também DJ’s). E comecei a pensar nas músicas, os gêneros que mais tenho conhecimento é Pop, Reggaetón e música latina. Selecionei as mais animadas, incluindo algumas não tão conhecidas e selecionei a ordem. No dia estava bem nervoso, tive a confirmação que alguns amigos iriam estar lá, mas alguns só após eu ter tocado (eu seria o primeiro). Eu devo admitir que cheguei bem cedo, rs. Às 22:20 eu já estava na porta da boate, mas era pelo o motivo …

O que um novo ano realmente significa para você?

Feliz ano novo! 2018 finalmente chegou! Mas o que isso significa para você afinal? Um recomeço, novas metas, novas chances? Um novo ano não serve necessariamente para novas metas e realizações, sabe por quê? Porque você pode começar isso a qualquer dia do ano!  Esse é um ano para você se descobrir, amar a si mesmo e ser quem realmente você é. Sem se importar com os olhares e os comentários alheios, saiba que isso não te acrescenta em nada e nem irá. Uma boa forma de fazer o ano atual melhor do que o anterior é revisando o que ocorreu, tanto de bom quanto o de ruim e o que você quer trazer para o novo ano. Amizades, amores, família, festas, viagens… Desde agosto eu tenho pensando muito em quem realmente sou, o que estou fazendo da minha vida e o que pretendo fazer com ela. Entre a passagem de ano decidi uma coisa. Ser eu mesmo e quem realmente sou. Agir sem medo, sem timidez, sem ligar paras as opiniões e olhares, claro …

Uma Vida Sem Julgamentos

Todos nós já julgamos a vida de alguém sem ter o conhecimento necessário assim como também já fomos julgados. As pessoas hoje em dia sentem-se como se tivesse o direito de julgar a vida alheia, apenas por observar por um ato que viu a pessoa fazendo ou até mesmo apenas por algo que descobriu. Mas na verdade é que, ninguém tem o direito de julgar a vida de ninguém sem ter o verdadeiro conhecimento do que ela passa e caso venha ter o conhecimento, deve-se apenas aconselhar. Se você pede demissão, abandona a faculdade, termina um relacionamento, vai para festas e principalmente é sincero, saberá muito bem que será julgado pelas pessoas e recebendo “conselhos” sem necessidades. Mas então porquê será que essas pessoas sentem a necessidade de julgar o ato dos outros? “Cada pessoa sente o mundo, os acontecimentos, a vida, de um jeito próprio, ajeitando aquilo tudo conforme o que possui dentro de si, de acordo com o que vem se tornando enquanto a vida lhe envia as bagagens. Ninguém sente igual, nem dor …