Minha primeira experiência sendo voluntário do Be My Eyes

Há alguns meses eu descobri o aplicativo Be My Eyes e fiquei curioso sobre como ele funcionava, então resolvi instalar para descobrir.

O aplicativo tem o intuído de ajudar pessoas que tenha alguma deficiência visual, com o auxílio de voluntários. Ele possui uma comunidade global onde os voluntários são capazes de ajudar através de uma chamada de vídeo.

Quando um usuário cego ou com visão limitada precisa de ajuda, o aplicativo envia uma notificação para aos voluntários cadastrados, se baseando no idioma e fuso horário. O primeiro voluntário a responder a solicitação é conectado ao usuário através de uma chamada de vídeo, apenas com a câmera traseira do smartphone e a conexão de áudio. O aplicativo também permite que você possa ligar a lanterna do usuário caso o ambiente esteja muito escuro.

Ontem foi quando recebi a minha primeira notificação e admito que fiquei um pouco nervoso, mas respirei fundo e atendi. O usuário estava precisando de ajuda para identificar os discos de vinis que estavam sobre a mesa para organizar. Então eu lia os nomes dos discos e das capas para que ele organizasse.

Foi uma ligação bem curta e em poucos minutos pude auxiliá-lo, no final da ligação você se sente muito bem e realizado ao saber que ajudou alguém que estava precisando de ajuda, por mais simples que seja.

Tanto o cadastro como a interface do aplicativo é bem rápido e simples de se utilizar.

Para se tornar um voluntário ou cadastrar algum usuário com deficiência visual, apenas precisa baixar o aplicativo que está disponível gratuitamente no Google Play ou na App Store.