A Falta de Informação e o Sensacionalismo da Mídia

Recentemente terça-feira, 30, Josias de Farias Júnior de apenas 19, anos ficou conhecido após ter sido preso se passando por um médico e dizendo ter sido formado em medicina por ‘Grey’s Anatomy’.

O fato ocorreu no Hospital Unimed Litoral, ele estava com um crachá e por ser muito novo gerou desconfianças nos seguranças do local. De acordo com a segurança ele tinha furtado prontuários, carimbos médicos, um jaleco e um estetoscópio, além de ter tentado atender os pacientes e um dia após ser preso, obteve a liberdade provisória na Justiça.
Além deste último incidente, ele também tinha outras dez passagens pela polícia por fraude, furto e estelionato.
E nesta segunda-feira, 5, ficou ainda mais conhecido após ter sido encontrado morto em sua casa na cidade de Florianópolis, o resultado da investigação foi suicídio.
Conforma a Polícia Militar, dentro de uma mochila havia duas caixas de remédios tarja preta vazias.
Mas na verdade, o que a ‘mídia’ tem noticiado não é exatamente a verdade. Ele não estava se passando por médico, não tinha passagem pela polícia e nem tinha dito que era formado por uma série. Vou explicar os detalhes, um por um.

Primeiro.

Josias tinha um canal no Youtube, incluindo um vídeo com 50 fatos sobre ele. No vídeo ele se dizia ser fã de ‘Grey’s Anatomy’ e ser formado pelas 12 temporadas, em tom de brincadeira. Percebeu o quão diferente estão divulgando?

Segundo.

Uma pessoa muito íntima de Josias entrou em contato com a página Sobre Sagas e contou o que realmente aconteceu.

“Ele esta se sentindo extremamente mal e os comentários irônicos e maldosos estão o afetando bastante, isso pode estragar psicologicamente a vida de uma pessoa. Ele nunca disse a nenhum policial que era formado em Grey’s Anatomy, isso veio a tona pois ele tentou fazer vídeos pro youtube a algum tempo atrás e no primeiro vídeo disse 50 fatos sobre ele e um dos fatos eram suas séries preferidas, entre elas destacou Grey’s, dizendo que gostava tanto que poderia ser formado pela série, mas tudo em tom de brincadeira, nada real.”

Ele era formado em curso técnico e trabalhava legalmente no hospital, que tudo não passou de um mal entendido e por isso foi solto no dia seguinte.

Terceiro.

Após esse notícia ter chegado ao conhecimento de todos, vários comentários maldosos de todos os tipos estavam nas matérias. Como este a baixo:

As pessoas não tiveram noção de que se alguém realmente tivesse chegado ao ponto de se passar por médico dizendo que era formado por uma série poderia ter algum problema psicológico, mas isso não vem ao caso agora. E sim, o fato das pessoas jugarem sem saber o outro lado da história, todos sabemos que sempre existem dois lados de uma história certo?

Quarto.

O sensacionalismo da mídia e a falta de informação é muito alto.Quanto a mídia, por mais que consideramos uma ‘fonte confiável’, ela mesma acaba não se informando direito em alguns casos ou até mesmo transformando uma notícia pequena em um escândalo.
Um fato é que sempre devemos nos informar direito afinal, quem tem dez passagens pela polícia e ainda é solto? Isso foi um outro erro que ocorreu e já foi desmentido.